Logo Warface

Escolhendo os melhores periféricos para o seu FPS – Pt 1

19/12/2017 - Blog

Você já deve ter se encontrado confuso em meio a tantas marcas e opções na hora de fazer aquele upgrade nos periféricos que fazem parte do seu PC, né? Bem, isso é normal. Afinal, para cada canto que você olha, existem dezenas de opções. E durante esse momento, todas elas parecem bem interessantes.

Mouses com 30.000 DPI, teclados que mais se parecem transformers, os famosos headsets 7.1... Tudo isso parece muito bom, certo? Errado. Você deve correr para longe o mais rápido possível em quase todas as situações em que os atrativos prometem demais.

Dessa forma, unimos forças com a turma do grupo Periféricos High End para que você saiba exatamente quais são os tipos de equipamentos que existem no mercado que podem te ajudar durante as horas de jogo. Para começar, vamos falar de um item que não pode faltar de jeito nenhum caso você queira garantir vários headshots em um FPS: o mouse!

 

Mas e agora, como fazer para escolher os melhores periféricos para jogar o seu FPS?

Primeiramente, por mais que pareça clichê, pense sempre duas vezes antes de sair comprando algo. O marketing das fabricantes de periféricos consegue ser bem persuasivo, a ponto de transformar, aos olhos de um leigo, um produto de qualidade duvidosa em engenharia da NASA.

Se você quiser opiniões ou recomendações, evite ao máximo as lojas que não têm o tema tecnológico como especialidade, pois há chances de que as indicações sejam totalmente infundadas. Procure sempre em fontes confiáveis quanto estiver pensando em dar um upgrade em seu computador. Vale buscar em sites especializados, mandar suas dúvidas em grupos ou ainda conversar com pessoas que fazem testes coerentes e que realmente entendam do assunto.

 

Cuidados na hora de escolher o mouse ideal

Antes de qualquer coisa, você deve ficar atento para mouses que são apenas remarcações de mouses chineses genéricos. Por exemplo, se você notar que mais de uma marca possui um mesmo modelo de mouse, mudando apenas o nome, fique esperto: nenhuma delas desenvolveu esse produto. Nesses casos, as marcas apenas compraram o projeto de alguma fabricante chinesa que produz mouses "gamers". Com isso, a construção interna desses periféricos é equivalente à de mouses de escritório comuns, mas diferença é que essas fabricantes apenas colocaram sua marca por cima da carcaça. Acreditem ou não: alguns desses mouses, que chegam a ser vendidos por R$80,00 no Brasil, têm um custo unitário de cerca de US$2,00.

Créditos: Alibaba - https://www.alibaba.com/

 

Atualmente, a sua busca pode ser facilitada pelo fato de que o mercado está bastante competitivo e não há mais espaço para erros. Antes, era realmente necessário analisar o produto internamente para saber o que se encontraria lá dentro. Agora, as fabricantes já divulgam, por exemplo, o modelo do sensor utilizado, porque o público já sabe quais são bons e quais não são.

Créditos: Cooler Master - https://www.coolermaster.com/

 

Na hora de comprar o seu mouse para FPS, esses são os pontos que você deve buscar especificamente:

 

Qualidade de construção e precisão

Se você já tem um mouse em mente para comprar, procure análises que mostrem testes de rastreio e de aceleração, bem como toda a construção interna em detalhes. Não se deixe levar por aspectos como quantidade de DPI, pois essa é uma informação irrelevante. Mouses bons conseguem atingir grandes quantidades de DPI apenas pelo simples fato de que sua tecnologia permite, mesmo que a média de uso fique entre 800 e 2000.

Créditos: Periféricos High End - https://www.oficialphe.com.br

 

Como queremos escolher um bom mouse para FPS, devemos ficar de olho principalmente no sensor. Por mais que pareça estranho para alguns, há cerca de 5 anos os melhores sensores do mercado são ópticos. Você simplesmente não vai encontrar sensores a laser em mouses topo de linha considerados bons. Ótimas escolhas, por exemplo, são os modelos Razer Deathadder Elite, Logitech G403 e Zowie EC2-B, todos contendo sensores ópticos de alta performance.

 

Pegada

Lembre-se de que existem três tipos de pegadas em mouses: Palm, Fingertip e Claw. Na pegada Palm, você descansa toda a palma da mão na superfície do mouse. Na Fingertip, você segura o mouse apenas com a ponta dos dedos. Já na pegada Claw, você segura o mouse apenas com a ponta dos dedos, descansando a parte traseira do mouse no início da palma da mão. 

Créditos: Adrenaline - https://adrenaline.uol.com.br/

 

É muito importante que você escolha um mouse que se encaixe no seu tipo de pegada. Afinal, não adianta ter um bom mouse se ele também não vai ser confortável enquanto você estiver jogando.

 

Preço

Por último, mas não menos importante: o produto não precisa ser caro para ser bom. Existem mouses bons (realmente bons) em todas as faixas de preço. É possível encontrar opções interessantes, como o excelente Cougar Minos X3, que possuem o mesmo nível de qualidade de um Zowie. Atualmente, este modelo de mouse é considerado topo de linha e pode ser adquirido por menos de R$150,00.

O que acaba encarecendo esse tipo de produto, em boa parte das vezes, é a presença de extras ou até mesmo a influência do fabricante. Então... não pense que isso vai ser um problema caso seu orçamento seja um pouco limitado, ok?

 

Grupo Periféricos High End

Reunindo especialistas e entusiastas sobre periféricos de alta qualidade, o grupo no Facebook, que conta com a administração do Sávio Coelho, responsável também pela preparação desse artigo bacana, tem como objetivo levar aos jogadores a maior quantidade de informação sobre o mercado tecnológico. Está na dúvida sobre como dar um upgrade lendário no seu PC? Então é entrar em contato com a Periféricos High End e sanar todas as suas questões.

Fique ligado que em breve termos mais dicas para que você deixe o seu PC preparado para as mais surpreendentes partidas de FPS.

Ranking
-->